Plano de Ação para a Transição Digital

Início Agrupamento Projetos Plano de Ação para a Transição Digital

Apresentação

O programa de digitalização para as escolas, no âmbito do plano de ação para a transição digital, de 21 de abril de 2020 (Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020) prevê o desenvolvimento de um programa para a transformação digital das escolas.

Este programa contempla uma forte aposta no desenvolvimento das competências digitais dos docentes, necessárias ao ensino e à aprendizagem, neste novo contexto digital: Plano de capacitação digital de docentes.

Para o efeito, as escolas deverão elaborar um “Plano de ação” para o desenvolvimento digital das escolas (PADDE) e, nesse sentido, foi constituída uma equipa no Agrupamento, com os seguintes elementos: João Pedro Costa, Joaquim Bispo, José Moura, Maria Antonieta Mesquita e Nuno Mendes.

O PADDE tem por base o quadro conceptual dos documentos orientadores desenvolvidos pela Comissão Europeia, designadamente, o DigCompEdu e o DigCompOrg. Deste modo, as áreas de intervenção do PADDE incidirão nos diferentes domínios da organização escolar no âmbito das tecnologias digitais: envolvimento profissional, ensino e aprendizagem, avaliação das aprendizagens, desenvolvimento profissional contínuo e liderança.

A elaboração deste plano irá passar por diversas etapas, desde:

Recolha de evidências: a partir da informação recolhida por processos de diagnóstico;

Análise dos dados: interpretação e reflexão sobre os resultados alcançados;

Elaboração: definição do plano de ação para o desenvolvimento digital;

Implementação: período temporal em que o plano é desenvolvido na prática;

Monitorização das ações e avaliação: aferição e adequação dos níveis de implementação e consecução dos objetivos definidos no plano.

A recolha de evidências será feita através da ferramenta SELFIE, a qual foi desenvolvida por uma equipa de especialistas de escolas, Ministérios da Educação da União Europeia e Institutos de Investigação de toda a Europa, com a parceria da Fundação Europeia para a Formação, o Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Profissional (CEDEFOP) e o Instituto da UNESCO para as Tecnologias da Informação na Educação.

Esta ferramenta consiste em recolher as opiniões de alunos, professores e líderes escolares sobre como a tecnologia é usada em suas escolas, através de questionários anónimos que demoram cerca de 20 minutos para serem concluídos.

A criação de ecossistemas de desenvolvimento digital deverá considerar que a capacitação dos docentes e de outros profissionais de educação terá um papel determinante no alicerçar da integração transversal das tecnologias de informação e comunicação. Com esta integração pretende-se potenciar os processos de inovação através do digital, nas escolas e adequá-las aos contextos e desafios atuais da nossa sociedade. Nesse sentido, deverão ser definidas metas e planeadas ações para concretizar o Plano, bem como mecanismos de monitorização que possam aferir o progresso e verificar os resultados, como fatores fundamentais para o sucesso da Escola.

Mais informações disponíveis em: Capacitação digital das escolas


Plano de Ação de Desenvolvimento Digital da Escola - PADDE

O Plano de Ação de Desenvolvimento Digital da Escola (PADDE) insere-se num programa de capacitação de competências para alunos, docentes, assistentes operacionais e também para encarregados de educação, procurando atingir um conjunto de objetivos que visam sobretudo melhorar o uso do Digital por parte dos vários intervenientes na ação educativa.

Assim, depois de serem realizados os diagnósticos com recurso ao Check-in, à ferramenta SELFIE e o contributo dos departamentos curriculares, é feito um plano que é dado a conhecer à comuniddade.



Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020

Aprova o Plano de Ação para a Transição Digital

Apresentação PTD

Sumário das diversas áreas do Plano de Capacitação Digital de Docentes

O Plano de Ação

Sumário Executivo, Enquadramento e Definição da Estratégia